© 2020 por Vinicius de Oliveira

trabalhos

Mostrar Mais
longa metragem

Todos os Mortos (2020) - direção de Caetano Gotardo e Marco Dutra. Festival de Cinema de Berlim - Berlinale (Competição Oficial);

Seus Ossos e Seus Olhos (2019) - direção Caetano Gotardo. Festival Internacional de Cinema de Rotterdam - IFFR; 22 ° Mostra de Cinema de Tiradentes; IndieLisboa; FilmFest Hamburg, Viennale, Festival Mix Brasil.

​​​

A Casa do Girassol Vermelho (em finalização) - direção Éder Santos e Thiago Villas Boas

curta metragem

Aquela Porta - direção Vitor Meloni (em fase de finalização)

Um Homem Satisfeito (2015) - direção Bruno Cucio e Cris Lyra. 26° Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo; 19° Festival Internacional de Cine de Punta del Leste.

O Intruso (2014), episódio da série de curtas Crônicas NãoDitas - direção Manisfesto Impromptu (Tatiana Lohmann, Azul Serra, Claudia Schapira, Bianca Turner)

Cidade Fim (2011) - direção José Fernando Azevedo

Cá entre nós (2006) - direção Cris Lyra e Bruno Cucio

tv

Retrovisor (Canal Brasil, 2016) - de Paulo Markun. Episódio sobre o anarquista Edgar Leuenroth,

teatro

As Mãos Sujas (2019) - Direção José Fernando Peixoto de Azevedo. Texto Jean-Paul Sartre;

Terror e Miséria no Terceiro Milênio (2019) - Direção Claudia Schapira, a partir da obra de B. Brecht. Núcleo Bartolomeu de Depoimentos;

Fim (2019) - Direção de Felipe Hirsch e dramaturgia de Rafael Spregelburd;

Insones (2018) - Direção Kiko Marques e dramaturgia de Víctor Nóvoa.

 

Na Selva das Cidades - Em Obras (2016) - direção Cibele Forjaz, a partir do texto de B. Brecht - mundana companhia;

Abnegação 2 - O começo do fim (2015) - direção Alexandre Dal Farra e Clayton Mariano - Tablado de Arruar.

Abnegação 1 (2014) - direção Alexandre Dal Farra e Clayton Mariano - Tablado de Arruar;

 

A Resistível Ascensão de Arturo Ui (2013) - direção de José Fernando Peixoto de Azevedo, a partir do texto de B. Brecht - Teatro de Narradores;

Para desaprender as coisas (2012) - direção Bruno Gavranic - Cia do Cisco. Espetáculo feito a partir da obra de Manoel de Barros;

Cidade Fim - Cidade Coro - Cidade Reverso (2011) - direção de José Fernando Peixoto de Azevedo e Lucienne Guedes - Teatro de Narradores;

O Silêncio em Apuros (2011) - espetáculo infantil dirigido por Débora Dubois.

Depois do Desmanche - Cenas de Intervenção (2010), dirigido por José Fernando Peixoto de  Azevedo - Teatro de Narradores. Espetáculo-intervenção criado durante residência artística no Centro Cultural Hélio Oiticica (Rio de Janeiro), e no entorno, durante o Festival Internacional ArtCena Comtemporânea (curadoria de Eleonora Fabião e André Lepecki);

Pílades (2010) - texto de Pasolini e direção de José Fernando Peixoto de Azevedo. Teatro de Narradores;

Esperando Gordô (2009) - espetáculo infantil dirigido por Marcelo Gianini;

Chapetuba Futebol Clube (2008) - de Oduvaldo Viana Filho e dirigido por José Renato Pécora;

Ensaio_Fausto.org (2008) - a partir de Fausto Zero de Goethe, direção Pedro Mantovani. Sociedade Baderna de Teatro e outros Atentados;

Peso (2007) - Espetáculo de improvisação em teatro-dança, direção Tica Lemos;

A Vida Como Ela É (2006) - direção Luiz Arthur Nunes, a partir da obra de Nelson Rodrigues;

Desde que o Samba é Samba (2006) - concepção e direção de Isabel Setti.

Ricardo III (2005) - direção de Celso Frateschi, a partir da obra de W. Shakespeare;

As Bruxas de Salem (2005) - direção de Bete Dorgam, a partir da obra de Arthur Miller;

Nós nos Nós do Jogo (2003) - direção Wander Ferreira Junnior. Cia Pano de Fundo (Penápolis/SP);

O Auto do Boi (2002) - direção Luís Colevatti. Cia Pano de Fundo (Penápolis/SP);

O Castelo de Mulumi (2002) - direção Luís Colevatti. Cia Pano de Fundo (Penápolis/SP).